sábado, 29 de janeiro de 2011

Todo mundo odeia Glee

Apesar dos prêmios e da ótima audiência que Glee tem recebido desde sua estreia, muita gente ainda torce o nariz para o seriado



A série que já contou com a participação de Britney Spears (o episódio marcou 13,3 milhões de telespectadores, tornando-se record de audiência) e homenageou artistas como Madonna e Lady Gaga não ganhou a simpatia de alguns dos maiores nomes do rock atual.


Slash (ex-Guns e Velvet Revolver), chegou a dizer que Glee é tão ruim quanto o filme Grease, lançado em 1978. "Sério, eu olho pro 'Grease' agora e penso: comparando com 'High School Musical' e 'Glee', 'Grease' era uma brilhante obra de arte" declarou ao site EW.com


Esta semana, foi a banda Kings Of Leon que proibiu seu repertório no seriado e chegaram a ser chamados de "idiotas egocêntricos" pelo próprio Ryan Murphy, o criador da série. A resposta que o baterista Nathan Followill postou no Twitter não foi amigável. "Querido Ryan Murphy, deixe isso de lado. Vá ver um terapeuta, faça as unhas, compre um novo sutiã. Feche a boca e se concentre em ensinar crianças de sete anos a dizer 'foda'" Nathan excluiu a declaração minutos depois.


Mesmo acusando o músico de homofobia, Ryan Murphy ainda se diz disposto a negociar a utilização da música 'Use Somebody' no seriado. O Coldplay também chegou a negar o repertório para o seriado, mas acabou voltando atrás.

4 comentários:

Caio Coletti disse...

Bem-vindo de volta a blogosfera, Rubens!

E é um texto de estreia bem oportuno esse o do Novo Inconstante. Glee papou todos os prêmios aos quais concorreu no último Globo de Ouro, e confesso que mesmo não assistindo a série freqüentemente, simpatizo com os tipos losers de Ryan Murphy e até gosto das versões que o elenco faz para músicas pop.

Enfim, é uma série que dá o que falar! Só achei desmedida a declaração do baterista do Kings, que já não é uma banda que me agrada muito, pessoalmente.

Abraços!

Guilherme disse...

Glee é uma série interessante e um fenômeno da TV americana, às vezes superestimado vista a quantidade de prêmios que levou no último Globo de Ouro, por exemplo.

Gosto de algumas versões que fazem, mas concordo que o compositor não seja obrigado a disponibilizar suas músicas para a série. É a velha questão de querer que sua obra seja vista da maneira como você idealizou.

O caso do Kings of Leon, uma banda da qual gosto, foi um pouco extremo. Nathan Followill não precisa ter exagerado nas palavras, bem como Ryan Murphy não precisava de uma réplica exagerada à negativa da banda.

O caso do Coldplay é interessante, porque a banda sempre se negou a ter suas músicas em filmes ou séries de TV. Lembro de quando saiu o trailer do filme "Peter Pan" de 2003, com a música "Clocks", que teve seu uso vetado no filme por Chris Martin.

Enfim, parabéns de novo pelo Novo Inconstante, e que venham muitas novidades! =)

ED CAVALCANTE disse...

Gosto bastante de Glee, pena q não tive tempo de ver a segunda temporada ainda. Quanto aos comentários de Slash (o guitarrista de um solo só) Grease é um ícone do cinema de entretenimento. Foi concebido para fazer sucesso apenas em um verão e eternizou-se.

Parabéns pelo blog!

P.C. Carlos disse...

Antes de tudo digo: CARACA, Rubens is back \o/

Sim, Glee pra mim ele é só um clichês no more, no less, tá no nivel de malhação, high school e etc etc. Num vejo motivo pra tanta adoração.

PARABENS RUBENS!
Se Joga